Algumas palavras sobre a alimentação no Egito Antigo.

Olá, leitores!
     Hoje trago à vocês um pouquinho do que era parte da alimentação no Egito Antigo. No Egito Antigo, a mesa do faraó era extremamente farta e diversa. Todos os tipos de iguarias chegavam diariamente para abastecer a corte do faraó. Entre os alimentos é possível encontrar: pães, bolachas shayat, carne-seca, leite, frutas, ervas, gansos, carneiros, romãs, passas, percas secas de Tjarou, codornas gordas, cerveja de Kedy, favas, peixes houtjen entre outros. Grande parte destes alimentos foram identificados por arqueólogos em escavações de palácios reais. Segundo Tallet: " Em Malkata, onde o Farao Amenófis III, comemorou suas três festas jubilares, foi encontrado um grande número de ânforas em que se guardavam os ingredientes dos pratos servidos nas festas. As inscrições nos jarros, antepassados das latas de conserva, informam-nos sobre os produtos consumidos: vinho, cerveja, mel, carne-seca, gordura animal, aves confeitadas ou em salmoura, diferentes tipos de azeite". p. 46/47. Em contrapartida, a alimentação das pessoas do povo era totalmente diferente e não contava com as iguarias consumidas nos palácios reais. Uma vez, que as crises de carestia e fomes eram regulares, também contribuíam para tais crises questões politicas e enchentes do rio Nilo. 
   No geral, a alimentação destas pessoas, era formada basicamente por: diferentes tipos de pães, elaborados com cevada ou trigo e ao que parece de uma cerveja bem energética, chamada de henequet, a qual, era elaborada nos lares e consumida ao longo do ano. Segundo Tallet:" É provável que em alguns casos esse dois alimentos servissem inclusive de moeda de troca. A essa alimentação básica se acrescentava certo número de verduras e legumes (cebolas, favas, lentilhas), leite, queijo e sobretudo diversos tipos de peixe facilmente disponíveis nas margens do Nilo". p. 47/48.
     A História nos ensina que a alimentação, ao longo do processo de formação histórica de cada povo, vem sendo um fator de diferença social, através dela é possível, estabelecer hierarquias socais, guardadas suas devidas marcas de cada tempo e sociedade.

Até o próximo prato!

Para saber mais ver: Tallet; Pierre. História da Cozinha faraonica: a alimentação no Egito Antigo. Editora Senac: 2005.

Comentários

Postagens mais visitadas