Pular para o conteúdo principal

Destaques

Bolo de Macaxeira

Quem não ama um bolo? E quando este bolo tem gostinho de mês junino?  A receita de hoje é sobre o bolo de macaxeira, tão famoso no Norte de Brasil, que é tema de contos e e das conversas ao pé da porta nas tardes quentes do século XIX.  O bolo de Macaxeira, que inclusive virou tema de um conto do escritor Jacques Flores. Coo não lembrar do conto intitulado O Bolo de NATAL da Família Malagueta? Ora, aqui a cena principal era um bolo de macaxeira feito pelas personagens Tereza Malagueta, a Tete, e sua prima Felismina do Rosário, a Filóca, que haviam feito um bolo de macaxeira para o Natal da família e seu aborrecimento ao notarem que o bolo "estava com gosto de querosene".¹ Pior ficaram quando notaram que a culpa de tudo era de Pulchéria que "lixara a forma de bolo e, para melhor ficar a limpeza, untou-a de querosene, esuqecendo-se porém, de tirar o inflamável líquido com uma forte lavagem de sabão".² As primas então, resolveram convidar as "inimigas"para …

Creme de Tapioca século XIX.

Olá, leitores!
Aproveitando o mês junino, queria postar uma receita diferente, mas que fosse gostosa e fácil de fazer para você oferecer neste mês repleto de comidinhas deliciosas. Então...fui buscar uma receitinha em meus livros de receitas do século XIX. Achei um creme de tapioca que tem tudo haver com o mês...fiz e ficou uma maravilha digno do país da cocanha. Então aqui vai a receita:

Creme de Tapioca do século XIX:





Ingredientes: 4 Porções iguais à da foto.
1 xícara de farinha de tapioca.
500 ml de leite.
3 colheres de sopa de açúcar.
1 colher café (rasa) de sal.
6 gemas.
1 colher de café de baunilha.
Canela em pó à gosto.

Modo-de-Preparo: Passo-a-passo.
1. Deixe de molho por cerca de três horas a farinha de tapioca no leite.
2. Numa panela grande e funda coloque a farinha de tapioca, leite, açúcar e sal e leve ao fogo baixo por cerca de 10 minutos.
3. Após cozinhar, apague o fogo e reserve.
4. Bata com um fuê as gemas muito bem, até ficarem incorpadas. 
5. Acrescente a baunilha, as gemas e mexa bem, volte ao fogo por cerca de 5 minutos mexendo sempre, para cozinhar as gemas. Vai ficar grosso, na consistência de um creme.
Olhem que cor linda e o sabor então...
6. Por fim, coloque em taças para servir e salpique a canela à gosto. Pode servir!
Percebam essa cremosidade. Hummmmm!!

Fica muito bom!
Dica:
1. A panela grande e funda se dá porque quando você acrescentar as gemas e começar a ferver vai pular fervura. 
 Até o próximo prato!

Comentários

  1. OLA PROF. SOU UMA SEXAGENÁRIA CURIOSA DA HISTÓRIA DO PARÁ.
    CERTA OCASIÃO EM QUE PARTICIPEI DE UM CURSO SOBRE HISTÓRIA, A MINISTRANTE FALOU RAPIDAMENTE SOBRE " A REVOLTA DAS LATAS" , OCORRIDA EM BELÉM,NO GOVERNO LEMISTA.
    SE POSSÍVEL, GOSTARIA DE SABER MAIS INFORMÇÕES SOBRE O ASSUNTO. OBRIGADA!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário, participe, você também faz o blog...

As receitas populares