O país da Cocanha.

Olá, leitores!
Boa Noite e um final de semana maravilhoso à todos!
O que seria então o país da Cocanha?
O país da Cocanha, seria o paraíso dos gulosos. Segundo o imaginário este país estaria localizado em algum lugar a oeste. Desde a Antiguidade Clássica já se falava neste utópico "País"; onde estaria a Idade do Ouro; um lugar sem doenças, sofrimento monde homens viviam como deuses e sem fazer esforço algum pois tudo era produzido pela natureza. Mas, este imaginário ganhou força com no período medieval, pois como ressalta Queleier em seu livro já discutido aqui no blog (se você quiser ver as outras postagens clique aqui ); esse período é conhecido como o da GULA. Pois, bem no país da cocanha era possível encontrar muita fartura de todas as coisas boas, inclusive da comida como panelas com cozidos, queijos que formavam montanhas, mares e rios de vinhos e leite. Biscoitos brotando em prados, bolos, perus, perdizes, chuva de tortas e tantas outras gostosuras. Nos escritos italianos a Cocanha aparece como gigantescas panelas de nhoques, montanhas de queijos e casas decoradas com mortadela; já para os escritos franceses os rios eram formados de vinho tinto e branco...
Imaginem só a gulodice!
Mas, fico pensando quem nunca quis ser como João e Maria que se perderam e encontraram um casa feita de doces? Talvez, o país da Cocanha tenha nascido... pois, no fundo a gula faça parte de nossas vidas!
Vale muito a pena ver a análise de Queleier em seu livro: Queleier, Florent. Gula:história de um pecado capital. São Paulo: Editora Senac São Paulo, 2011.
Até o próximo prato!

Comentários

Postagens mais visitadas