Almoço do Círio...com sabores regionais!

 Olá, leitores!
Domingo foi dia de Nossa Senhora de Nazaré e como reza a tradição em Belém o almoço deve ser regado com sabores regionais: pato no tucupi, maniçoba e o dia fica perfeito.
Esse ano minha sogra que amaaaaaaaa cozinhar...e cozinha maravilhosamente bem!
Fez um almoço bem paraense: maniçoba, pato no tucupi, uma farofinha de estalar na boca e acreditem a felicidade foi grande.
A famosa maniçoba... não é possível resistir...


A maniçoba (Eu tenho um hábito de falar maniva... minha concunhada Sílvia, estava "indignada" e dizia o tempo todo é maniçoba não maniva! Mais é uma forma carinhosa pela qual eu chamo esse prato); é um prato regional, com raízes indígenas  feito com a folha da maniva, a qual, em seu estado natural é venenoso, para ser consumida deve ser cozida por sete dias, por isso é um prato demorado, mais verdadeiramente delicioso. Leva na sua composição carnes de boi e porco. Deve ser consumida com uma arroz branco e uma boa farinha de mandioca. É um verdadeiro manjar!
Que maravilha!


Uma tragédia me aconteceu, eu ganhei uma porção de maniçoba da minha sogra, a qual, iria comer depois. No outro dia, pois a maniçoba pronta fica mais gostosa de um dia para o outro. Mas, meu esposo fez o favor de deixar cair no táxi e fiquei sem minha preciosidade! Coisas da vida!
Para completar o almoço um, pato no tucupi bem quentinho!
Pato no Tucupi.


O tucupi é uma maravilha de nossa terra, também é venenoso e tem um tempo para ficar ao ponto, as tribos indígenas consumiam muito com peixe e saúva. Hoje em dia, ele fica bem em vários tipos de carnes. Mas, no Círio ele é consumido com pato e jambu. Fica divino! Sem palavras!
Acompanhamentos do Prato: Tucupi, jambu e uma boa farinha de mandioca.

E mais uma vez o almoço do Círio, foi marcado por nossos sabores...
Até o próximo prato!





Comentários

Postagens mais visitadas