Sobre azeite de andiroba...


Olá, leitores!
Vocês sabiam quê?
No século XIX, existiam em Belém dois tipos de azeite o doce geralmente vindo de Portugal e tinha utilidade na cozinha e o utilizado para a luz. Existia o azeite denominado de patuá; Este era um azeite bastante utilizado na cozinha. Já o azeite de andiroba tinha utilidade para a iluminação, fabricação de sabão e de forma medicinal, era bastante amargo daí porque provavelmente não se encaixava para a cozinha. 

No Vocabulário Brasileiro de 1853, de Rubim este nos dá o seguinte significado: “Andiroba, arvore do mato virgem, do fructo se extrahe bom azeite para luzes e sabão; (de jandi-roba, azeite amargoso) Andiroba, Andirova, Nanhandirova, Nhandirova, Jabotá, fava-se-santo-ignacio, cipó medicinal”. Nos dias de hoje o azeite de andiroba tem utilidade medicinal e também vem sendo utilizado na indústria de cosméticos.

Fonte: RUBIM, Braz da Costa. Vocabulario Brasileiro. Rio de Janeiro. Emp. Typ. Dous de Dezembro de Paula Brito. Impressor da Casa Imperial. 1853.

Comentários

Postagens mais visitadas