A viagem termina e os sabores ficam.

De volta ao Peru, chegamos a noite, então fomos jantar próximo ao hotel em que nos encontrávamos em Miraflores, fomos na calle de pizzas, uma rua onde você encontra de ambos os lados casas de pizzas, é um local bastante freqüentado e de uma movimentação noturna de todos os tipos de pessoas e idades, contrariando o óbvio, ao invés de pedir pizza, aliás eu estava na calle de pizzas, resolvi pedir um fettuccine assado, yuca frita e pastel. Bem o fettuccine não estava tão bom, mas degustavél, gostei mesmo da yuca frita uma versão peruana da nossa mandioca frita.  
Plaza Mayor: uma visão noturna é bela.

No dia seguinte fizemos mais um dia nessa maravilhosa cidade de Lima: cidade que nunca chove! As casas em sua maioria não tem telhado, não precisam, em nosso último dia no Peru ficamos no bairro de Miraflores pela manhã andamos nas lojas da Ripley, uma grande loja de departamentos e ao lado tinha um Market Metro, uma rede de supermercados aproveitei para comprar umas gostosuras para trazer na mala, comprei pacotes de galletas recheadas e a maíz frita que não podia deixar de trazer, ainda aproveitei para comer umas empanadas, dentro do supermercado eles tem uma seção que vende doces e salgados para fazer um lanche, e posso dizer que as empanadas estavam deliciosas. Decidimos almoçar em um dos restaurantes que encontramos no caminho de volta chamado de "El Tigre" no bairro de Miraflores, o restaurante tinha tendas na calçada onde resolvemos sentar, bem era a última refeição em Lima eu tinha que caprichar no pedido, como também era véspera de viagem sempre tenho a preocupação de não exagerar e nem pedir algo que possa a vim me trazer algum problema de saúde, então pedi um "pollo empanado com papas fritas" bem devo dizer que estavam saborosíssimo, bem eles empanam com farinha de milho, e o Peru conta com a produção de um milho supremo.
Plaza Mayor.

A tarde fomos ao museo del oro e armas del mundo, realmente a quantidade das peças e o trabalho das civilizações antigas do Peru é fascinante, recomendo uma visitação a este museu. A noite enfim, fomos provar a "chifas", nossa amiga desde do início da viagem falava em comer na chifas, acabamos deixando para o último dia, as chifas são restaurantes misturam sabores peruanos e chineses. O país tem a maior número de restaurantes chineses, funcionam a la carte e em buffet, os quais são mais populares a atraem muitos grupos de familiares aos domingos. Devo confessar que foi uma perdição ir a chifa, pois você pagava $35 soléis por pessoa e comia o quanto podia e com direito a sobremesa, provei de tudo um pouco os rolinhos, amei o arroz chaufa, uma mistura de arroz, carne, legumes e molho shoyu, o qual comi estava uma maravilha, de sobremesa experimentei uns doces regionais, como um que era feito de chirimoya  e outros feitos a base de milho. No final da noite estava rezando para não passar mal no outro dia, pois seria a viagem de volta ao Brasil cinco hora de avião e mais três de São Paulo à Belém, devo dizer que não passei mal, a experiência no "chifa" foi divina, quando retornar ao Peru não quero deixar de ir novamente e recomendo à todos que provem. 
Não posso fechar meus comentários, sem antes falar do "lomo saltado", uma das preferências no país, eu comi muito e estou com a receita para fazer em casa, assim que fizer conto à vocês se ficou bom, o lomo saltado são tiras de filé que e misturado aos ajís (pimentões) e batata frita e que geralmente e servido com arroz, muito gostoso e para aqueles que preferem um prato que satisfaça essa é a opção, para aqueles que não gostam de pratos pequenos, não aconselho pedir ravioli em nenhum lugar, pois a impressão que tenho é que havia certo racionamento desta massa, sempre que se pedia um prato de ravioli, vinham cerca de 8 a 9 ravioli, ou seja, uma porção que para muitos pode ser considerado apenas como uma entrada.
Devo enfim, dizer que tão encantada eu fiquei com o Peru, sua gente, seus hábitos e cultura alimentar que tenho a intenção de voltar muitas vezes a esse país tão colorido, de uma fé emocionante e de um povo que mesmo com suas dificuldades sempre sorri. Aqui encerro minhas considerações gastronômicas do Peru, mas muitas outra serão escritas sobre outros lugares e outros sabores.
Centro de Lima, Peru.


Comentários

Postagens mais visitadas