Pular para o conteúdo principal

Destaques

Bolo de Macaxeira

Quem não ama um bolo? E quando este bolo tem gostinho de mês junino?  A receita de hoje é sobre o bolo de macaxeira, tão famoso no Norte de Brasil, que é tema de contos e e das conversas ao pé da porta nas tardes quentes do século XIX.  O bolo de Macaxeira, que inclusive virou tema de um conto do escritor Jacques Flores. Coo não lembrar do conto intitulado O Bolo de NATAL da Família Malagueta? Ora, aqui a cena principal era um bolo de macaxeira feito pelas personagens Tereza Malagueta, a Tete, e sua prima Felismina do Rosário, a Filóca, que haviam feito um bolo de macaxeira para o Natal da família e seu aborrecimento ao notarem que o bolo "estava com gosto de querosene".¹ Pior ficaram quando notaram que a culpa de tudo era de Pulchéria que "lixara a forma de bolo e, para melhor ficar a limpeza, untou-a de querosene, esuqecendo-se porém, de tirar o inflamável líquido com uma forte lavagem de sabão".² As primas então, resolveram convidar as "inimigas"para …

Olha a pupunhaaaaaaaaaaaaaaa!!

Olá, leitores!
Ontem falei dos vendedores de pupunha, que saem as ruas as tardes a gritar:  olha a  pupunhaaaaaaaaaaaaa! A pupunha é o fruto da pupunheira, muito consumida pelas populações nativas, sendo há séculos utilizada na dieta alimentar da Amazônia. São encontrados nas feiras locais em cachos que de olhar dão uma vontade de devorar, Para cozinha-las é necessário colocar as pupunhas em uma panela com água e um pouco de sal e levar ao fogo para cozer. Após serem cozinhadas adquirem uma cor vermelha ou amarelada. Seu aroma e sabor são singulares e muitas famílias tem o hábito de consumi-lá à tarde com uma boa xícara de café preto. Uhhhhhhhhh.
Existe também o hábito de untá-la no mel para adquirir as condições de uma sobremesa. Na atualidade, com o crescimento e valorização de uma cultura alimentar regional a pupunha ganhou novas fórmulas e sabores. Em alguns restaurantes de Belém já é possível encontrar alguns pratos com molho de pupunha. Ou seja, a linha cronológica da alimentação sempre se renovando, sabores antigos ganhando novas leituras. 
O importante é criar!
Até o próximo prato!

Comentários

As receitas populares