Pular para o conteúdo principal

Destaques

Bolo de Macaxeira

Quem não ama um bolo? E quando este bolo tem gostinho de mês junino?  A receita de hoje é sobre o bolo de macaxeira, tão famoso no Norte de Brasil, que é tema de contos e e das conversas ao pé da porta nas tardes quentes do século XIX.  O bolo de Macaxeira, que inclusive virou tema de um conto do escritor Jacques Flores. Coo não lembrar do conto intitulado O Bolo de NATAL da Família Malagueta? Ora, aqui a cena principal era um bolo de macaxeira feito pelas personagens Tereza Malagueta, a Tete, e sua prima Felismina do Rosário, a Filóca, que haviam feito um bolo de macaxeira para o Natal da família e seu aborrecimento ao notarem que o bolo "estava com gosto de querosene".¹ Pior ficaram quando notaram que a culpa de tudo era de Pulchéria que "lixara a forma de bolo e, para melhor ficar a limpeza, untou-a de querosene, esuqecendo-se porém, de tirar o inflamável líquido com uma forte lavagem de sabão".² As primas então, resolveram convidar as "inimigas"para …

Arroz Paraense.

Olá,
Receita da minha terra, fica divino de bom e quem prova tira a prova da delicia que é! Leva ingredientes bem regionais como jambu e tucupi.
O jambu é uma erva típica da região norte do Brasil, mais precisamente do Amazonas,do Acre e do Pará. Sendo originária da América do Sul, é comum também em todo o sudoeste asiático e em particular nas ilhas Mascarenhas e Madagáscar. 
O jambu é muito utilizado na culinária podendo ser encontrado em iguarias como o tacacá, o pato no tucupi e até mesmo em pizza. 
Uma de suas principais características é a capacidade de tremelicar os lábios, uma sensação de amortecimento e combinado com o tucupi é o que há de melhor nesta terra!
Podem ter certeza de que essa combinação é única e inigualável. 
O tucupi, por sua vez é o sumo amarelo extraído da raiz da mandioca brava.Quando descascada, ralada e espremida. Após a extração do caldo "descansa" para que o amido (goma) se separe do líquido (tucupi). Inicialmente venenoso devido à presença do ácido cianídrico, o líquido é cozido (processo que elimina o veneno) e fermentado de 3 a 5 dias para, então, ser usado como molho na culinária.
Assim, vamos à nossa receita:

Arroz Paraense:

400g de camarão rosa descascado.
500g de arroz.
1 cebola picada.
1/2 maço de cheiro-verde.
3 folhas de chicória picada.
2 dentes de alho.
1/2 pimentão vermelho.
2 colheres de óleo.
2 maços de jambu já higienizados. Eu lavo bem em água corrente e deixo 3 minutos na água fervente.
1 litro de tucupi.
400ml de água fervente.
sal.

Modo de FAZER: passo-a-passo:
  1. Numa panela grande, coloque a cebola, o cheiro-verde, chicória, alho, pimentão vermelho e o óleo e deixe refogar por uns 4 minutos.
  2. Acrescente, o jambu e deixe refogar por uns 4 minutos.
  3. Coloque o camarão rosa e o arroz (já lavado) e refogue mais um pouco.

  4. Então, coloque o sal, o tucupi e a água fervente. Tampo e deixe cozinhar toda a água. O arroz tem que ficar em ponto de risoto.
  5. Sirva!
E você gostou do prato? Fez?
Até o próximo prato!




Comentários

As receitas populares